É um antropólogo cultural que defendeu sua tese em setembro de 2017 na Universidade da Finlândia Oriental e é também, pesquisador coordenador da Bloco 4 Foundation. Seus interesses de pesquisa incluem temas como memória pública e lembrança, hip-hop, estrutura e liminaridade, licença poética e movimentos sociais. Atualmente, em 2018-2019, realiza sua pesquisa de pós-doutorado no Programa Flagship DST / NRF, o Centro de Pesquisas Humanas (CHR), da Universidade do Cabo Ocidental, onde continua sua pesquisa sobre música rap moçambicana e memória pública. Durante seus estudos de doutorado, foi professor visitante no Centro de Estudos Africanos da Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique, e passou períodos curtos na Universidade de Dar es Salaam, na Universidade de Rhodes, no Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, da Universidade de Anadolu, do Instituto Nórdico de África e da Universidade de Kwazulu-Natal. O seu trabalho recente sobre o rap de Maputo é Hidrunisa Samora: Invocations of a Dead Political Leader in Maputo Rap, publicado no Journal of Southern African Studies (JSAS). Ele foi vencedor do Colin Murray Grant em 2017 concedido pelo JSAS, o que o ajudou a lançar sua nova pesquisa de campo na Beira e Chimoio, no centro de Moçambique. Além de sua pesquisa, ele também está envolvido em projetos de arte. O seu primeiro programa de rádio “Samoran lapset” (em inglês: Children of Samora), baseado nos seus estudos de hip-hop em Maputo, foi transmitido na Finnish Broadcasting Company em dezembro de 2018.