O rap e ativismo politico: estudos de caso em Angola, Brasil e Portugal

Carlos Guerra Júnior,
pesquisador associado da Bloco 4 Foundation, participou em Maputo, no dia 1 de
Março do seminário metodológico da Kaleidoscopio (Pesquisa em Politicas
Publicas e Cultura).

No seminário, Carlos
Guerra, buscou por um lado, com base em estudos de caso feitos em Angola,
Brasil e Portugal, refletir sobre a relação de conflito em três países entre o
sistema hegemônico e as formas de resistência, tendo como foco o rap de
intervenção social.

Por outro lado, buscou
entender como se dá a relação dos rappers com os veículos de comunicação, visto
que a maior parte dos rappers de intervenção social, apresentam críticas à
grande média e, muitas vezes, recusam participar de programas televisivos.